Multidão comparece a Sessão Ordinária do Legislativo de Paramirim na manhã do dia 25 de setembro

Multidão comparece a Sessão Ordinária do Legislativo

A rotina das Sessões do Legislativo de Paramirim já não é mais a mesma. Na Sessão do dia 25 de setembro de 2013 o recinto da Câmara ficou lotado, uma multidão se aglomerou dentro e outra ficou pelo lado de fora. Se antes se podiam contar os visitantes nos dedos das mãos, nas últimas duas Sessões tudo mudou. O ponto principal que os levaram a procurar o Legislativo é a cobrança pelos Órgãos competentes da Documentação do Veículo em dias e da Carteira de Habilitação Veicular.

O Presidente do Legislativo, o senhor João Teixeira Ramos, conduziu a Sessão Ordinária normalmente. Foram votados alguns Projetos do Executivo e algumas Indicações dos Vereadores. No final o Presidente comentou sobre o assunto que levou todas aquelas pessoas a estarem naquele momento na Casa. Como os representantes não seguiram o regimento Interno da Câmara que estipula um prazo e certas condições para que se use a tribuna no decorrer das Sessões, o pedido feito no determinado instante foi negado. Como não haveria condições da problemática ser discutida no decorrer da Sessão, o Presidente criou uma Comissão formada por três Vereadores para ouvirem e tentarem encontrar um caminho que possibilitasse conciliar a vontade do povo ali representado sem ferir a Lei previamente instituída. A Comissão ficou formada pelos seguintes Vereadores: Evando Carlos Oliveira e Silva, Orlando Flor e Silva e Joaquim Francisco da Silva. O Presidente pediu que as pessoas escolhessem três ou quatro representantes da população presente para formar uma Comissão para representá-los. Após o final da Sessão começou a discussão, os debates entre o povo que desejam uma solução e os Vereadores designados pela Comissão.

A Sessão Ordinária foi finalizada convocando a próxima para o dia dois de outubro de 2013. O povo insatisfeito permaneceu no recinto, os ânimos se alteraram, pelo lado de fora foguetes eram estourados. Cada um apontava um caminho, todos queriam uma solução para o imbróglio. As lideranças do povo fizeram discursos. A Polícia foi requisitada, porém não foi preciso intervir, apenas para não deixar que o ato pudesse vir a trazer danos ao recinto e as autoridades presentes. Após muita discussão foi formado a Comissão por parte das pessoas presentes. A Comissão ficou formada: Gilmar Bonfim Santos (Representante FETAG), Romeu de Assunção Santos (Representante das Igrejas Evangélicas), Ivanete Rosa Pereira (Associação de Moradores), Dionez José de Brito (Representante de Veículos e Condutores), João de Almeida (Representante do Sindicato de Trabalhadores Rurais). As duas Comissões chegaram a um denominador comum, foi redigido um documento, assinado por todos, propondo uma reunião a ser marcada, se possível para algum dia da próxima semana, a começar às 09h00, no Centro Cultural Nabor Caires de Brito, o ofício brevemente seria encaminhado ao Major Luiz Afrânio de Araújo Cruz (Comandante da 46ª Companhia Independente de Polícia Militar) convidando-o para participar da citada reunião. No final as pessoas assinaram um Abaixo Assinado.

Ouça o áudio da Sessão Ordinária do dia 25-09-2013:

Assista à Multidão dentro da Câmara de Vereadores de Paramirim:

Multidão comparece a Sessão Ordinária do Legislativo

Multidão comparece a Sessão Ordinária do Legislativo

Multidão comparece a Sessão Ordinária do Legislativo

Multidão comparece a Sessão Ordinária do Legislativo

Esta entrada foi publicada em 2013, Sessões Ordinárias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.